Os 13 Melhores Headsets Gamer em 2022

Ter uma boa qualidade de áudio é um fator essencial para os jogos de hoje. Além de uma melhor experiência imersiva, alguns jogos possuem elementos sonoros que são decisivos para sua vitória ou derrota, por exemplo, ouvir com precisão os passos dos inimigos. Uma boa qualidade de áudio exige um bom headset gamer, por isso o The Buying Manual preparou uma lista com as melhores opções para comprar em 2022.

Vale ressaltar que testamos todos os modelos listados aqui, então todos os recursos que vamos citar são baseados em experiências reais com os fones gamer em questão. Em cada modelo deixaremos o link para a revisão completa para que você possa descobrir todos os detalhes desse fone de ouvido.

Qual é o melhor headset gamer de 2022?

Um dos melhores modelos de headset para jogos para 2022 é o HyperX Cloud Flight S, um modelo sem fio. Tem um acabamento top, é super confortável e tem uma excelente qualidade de som! O headset da HyperX possui 7.1 Surround personalizado, um microfone destacável de qualidade premium e uma bateria que dura mais do que o fabricante promete.

Qual é o melhor headset para jogos com melhor custo-benefício de 2022?

Entre os modelos de orçamento, o que mais se destaca em nossa opinião é o Redragon Lamia H320. É legal, possui LEDs RGB e oferece conforto acima da média considerando fones de ouvido gamer na mesma faixa de preço. Este periférico da Redragon não decepciona com seu áudio e ainda possui software de equalização! É uma excelente opção de fone de ouvido para quem está com orçamento limitado.

Saiba mais sobre esses dois fones de ouvido e muito mais em nossa lista dos melhores fones de ouvido para jogos de 2022 abaixo.

13º – Redragon Scylla H901

O Redragon Scylla H901 é um headset gamer econômico para quem tem um orçamento apertado, mas quer ter uma nova experiência de jogo. Tem uma construção plástica e sem muitos detalhes, mas é confortável e se encaixa bem na orelha, mantendo-se firme na cabeça. Seu microfone altera um pouco a voz, mas não apresenta nenhum ruído quando usado para jogatas, por exemplo.

Ao tocar o som é balanceado e os drivers de 40mm entregam boa qualidade de som, com graves bem definidos e volume alto. Mesmo sem 7.1 Surround, é possível ter uma boa definição de áudio, mas se você já teve a oportunidade de experimentar um headset para gamers de nível intermediário ou alto, notará uma boa diferença na qualidade do áudio.

Os fones de ouvido gamer da Redragon possuem um plug P2 banhado a ouro, medindo dois metros de comprimento. Ele tem uma conexão dedicada para áudio e outra para o microfone, mas você pode usá-lo em um celular ou notebook, por exemplo, graças ao adaptador Y que a empresa envia junto com o periférico.

Confira a análise completa do Redragon Scylla H901.

Folha de dados: Redragon Scylla H901:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 40 mm
  • Impedância: não informado
  • Resposta de frequência: não informado
  • Fio: 2 metros P2 3,5 mm (plugue duplo) + adaptador de plugue unificado
  • Microfone: unidirecional integrado
  • Construção: Haste de ajuste de metal e acabamento em plástico
  • 7.1 Surround: Não
  • Peso: 286 gramas
  • Compatível com: PC e dispositivos com entrada P2 3,5 mm
Prós
  • É barato
  • Possui estrutura metálica
  • É confortável
  • Tem boa qualidade de som
  • O microfone embutido é uma boa alternativa aos destacáveis




Contras
  • Sem recursos extras
  • O acabamento em plástico parece frágil
  • Microfone sem botão mudo


12º – HyperX Cloud Stinger Core

Outro fone de ouvido econômico para jogadores é o Cloud Stinger Core da HyperX. Tem um acabamento plástico e um visual muito simplista. As conchas são cobertas com tecido e, embora não sejam tão confortáveis ​​quanto outros modelos da marca que usam espuma de memória, não causam desconforto mesmo após horas de uso. Seu fio tem 1,3 metro de comprimento e possui conexão P2 unificada de 3,5 mm (áudio e microfone), mas a empresa envia um adaptador Y para uso em computadores com entradas separadas.

A qualidade do som é “honesta” e, embora não impressione em nenhum aspecto, não é ruim para um headset gamer desse preço. Usamos o Cloud Stinger Core para jogar CS:GO e tivemos um bom palco sonoro, mesmo que o áudio não seja tão imersivo. O microfone tem qualidade suficiente para jogar com os amigos ou até mesmo participar daquela reunião no trabalho.

Confira a análise completa do HyperX Cloud Stinger Core.

Folha de dados principal do HyperX Cloud Stinger:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 40 mm
  • Impedância: 16 Ω
  • Resposta de Frequência: 20Hz a 20KHz
  • Fio: 1,3 metros com plugue de 3,5 mm + 1,7 metros no extensor Y
  • Microfone: Maleável com sistema de mudo nivelado
  • Construção: Plástico com haste de ajuste de metal
  • 7.1 Surround: Não
  • Peso: 215 gramas
  • Compatível com: PCs, telefones celulares e consoles
Prós
  • É barato
  • Confortável
  • É um fone de ouvido versátil
  • Possui controle de volume e microfone no cabo
  • tem um cabo longo
  • Vem com um adaptador Y
  • Leve






Contras
  • Sem recursos extras
  • Qualidade de som não impressionante

11º – MotoSpeed H18

Com um visual um pouco mais “rebuscado”, o MotoSpeed ​​H18 é um headset gamer que é barato e ainda conta com 7.1 Surround. Seu acabamento mistura um plástico duro e metal (na árvore). Tem conchas grandes e com uma espuma confortável, que o deixa fixo na cabeça e ainda faz um bom trabalho isolando os ruídos externos. Seu microfone não é removível e possui uma luz que fica acesa o tempo todo, algo que pode incomodar alguns consumidores.

Os fones de ouvido gamer MotoSpeed ​​possuem boa qualidade para ouvir música e jogar, e a função 7.1 Surround torna o áudio mais imersivo, melhorando a percepção do espaço sonoro, o que é ótimo tanto para a experiência de jogo, quanto em jogos competitivos onde o som é importante para um bom desempenho. No entanto, se você optar por aumentar o volume, notará um pequeno zumbido, nada que seja um problema, pois dificilmente é necessário usá-lo em um volume tão alto.

Esse fone de ouvido possui conexão USB, o que acaba atrapalhando sua versatilidade, já que não pode ser conectado a celulares, consoles ou qualquer outro aparelho que tenha apenas uma entrada 3.5 disponível.

Assista a análise completa do MotoSpeed ​​​​H18.

Folha de dados do MotoSpeed ​​​​H18:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm
  • Impedância: Não especificada pelo fabricante
  • Resposta de Frequência: 15Hz a 20KHz
  • Cabo: 2,2 metros com conexão USB
  • Microfone: Maleável
  • Construção: Estrutura de alumínio e acabamentos em plástico
  • 7.1 Surround: Sim
  • Peso: 404 gramas
  • Compatível com: PC e PS4
Prós
  • É um periférico bonito
  • Bom som pelo preço dos fones de ouvido
  • Tem surround 7.1
  • Construção robusta



Contras
  • A luz LED não pode ser desligada
  • Não há botão para silenciar o microfone

10º – HyperX Cloud Stinger

Outro modelo de fones de ouvido para jogadores de orçamento HyperX é o Cloud Stinger. Assim como o outro headset player da empresa já citado aqui, este possui acabamento em plástico e apenas a haste metálica, que possui sistema de ajuste. É um fone de ouvido confortável, que usa conchas com espuma de memória e capa de couro sintético. Esta espuma adapta-se rapidamente ao ouvido e proporciona conforto mesmo após horas de uso.

O HyperX Cloud Stinger possui drivers de 50 mm, que proporcionam um som potente com bons graves. Ao jogar a experiência é positiva, e mesmo sem os efeitos 7.1 Surround faz um bom trabalho ao reproduzir fielmente a direção do áudio, sendo uma boa opção para jogos FPS, por exemplo, entre outros estilos.

O fato de os fones de ouvido gamer possuírem um cabo plugue P2 de 3,5 mm os torna versáteis, pois podem ser usados ​​em notebooks, computadores, consoles, celulares, entre outros dispositivos. O microfone não é destacável e possui o sistema Flip to Mute, ou seja, basta colocá-lo e o áudio é silenciado. A supressão de ruído dos fones HyperX faz um ótimo trabalho e elimina a maior parte do ruído ambiente, deixando a voz do usuário mais clara.

Veja a análise completa do HyperX Cloud Stinger.

Dados técnicos do HyperX Cloud Stinger:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm
  • Impedância: 30 Ω
  • Resposta de Frequência: 18Hz a 23KHz
  • Fio: 1,3 metros P2 (cabo principal) + 1,7 metros P2 (extensor Y)
  • Microfone: Maleável com Flip to Mute
  • Construção: Haste de ajuste de metal e acabamento em plástico
  • 7.1 Surround: Não
  • Peso: 275 gramas
  • Compatível com: PC e dispositivos com entrada P2 3,5 mm
Prós
  • É barato
  • tem um bom acabamento
  • É confortável
  • Qualidade de som honesta pelo preço
  • Boa qualidade do microfone




Contras
  • Sem recursos extras
  • O microfone está um pouco baixo
  • Nenhum software de personalização de áudio


9º – Logitech G332

Para quem procura um headset gamer barato da Logitech, o modelo G332 é a escolha ideal! Tem um visual simples e muito bonito, com alguns detalhes em vermelho para torná-lo mais chamativo. É um fone de ouvido confortável, com armação de metal e conchas que giram 90°, um excelente recurso para quem está acostumado a deixar o periférico no pescoço.

O Logitech G332 não possui graves exagerados e apresenta um bom palco sonoro, além de conseguir reproduzir os detalhes sonoros com boa fidelidade. Por não ter 7.1 Surround ou algum outro recurso de som tridimensional, o som não é tão “preenchido”, mas se você não está acostumado com fones que possuem esse recurso, nem vai ouvir a diferença. Este fone de ouvido gamer possui um cabo de 2 metros que possui um plugue unificado de 3,5 mm, mas a empresa também envia um divisor Y para você usar em seu computador.

Os fones de ouvido gamer da Logitech têm um microfone embutido com um sistema Flip to Mute, o que significa que você só precisa colocá-lo e o áudio é instantaneamente silenciado. A qualidade do microfone é boa para se comunicar em jogos ou até mesmo participar de chamadas com amigos, mas se você quiser fazer gravações, recomendamos que invista em modelos melhores, ou até mesmo em um microfone externo.

Veja a análise completa do Logitech G332.

Especificações técnicas do Logitech G332:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm
  • Impedância: 39 Ω
  • Resposta de Frequência: 20Hz a 20KHz
  • Fio: 2 metros P2 3,5 mm + divisor Y
  • Microfone: Maleável com Flip to Mute
  • Construção: Haste de ajuste de metal e acabamento em plástico
  • 7.1 Surround: Não
  • Peso: 259 gramas
  • Compatível com: PC e dispositivos com entrada P2 3,5 mm
Prós
  • é barato
  • Possui estrutura metálica
  • Som de boa qualidade


Contras
  • Sem recursos extras
  • Pouco conforto nos primeiros dias de uso

8º – Edifier G2

A Edifier é uma marca já conhecida no mercado de áudio, e para não ficar de fora do segmento de headphones lançou o Edifier G2, um modelo lindo e econômico. Os fones gamer possuem uma construção toda em plástico e um LED RGB na parte traseira, um recurso muito requisitado pelos gamers. O visual é muito bonito e o conforto não fica atrás, com espuma macia, forro em couro sintético e braço regulável.

O Edifier G2 possui a função 7.1 Surround, para que o usuário tenha um som profundo e ricamente detalhado na hora de tocar. Caso você não goste da equalização do fone de ouvido, pode alterar os parâmetros no software da empresa, um ponto muito positivo para que o consumidor possa deixar o som exatamente como deseja. Este headset gamer possui uma placa de som no fio, este possui um atalho para alterar o volume, silenciar o microfone e desligar a iluminação.

Infelizmente, a iluminação é a única parte do Edifier G2 que não é personalizável, então o usuário fica à mercê de mudanças de cores pré-programadas. O microfone é embutido e flexível o suficiente, não distorce a voz e faz um bom filtro para ruídos. O software também oferece configurações para ele (microfone), incluindo alguns modificadores de voz.

Veja a revisão completa do Edifier G2.

Ficha técnica Edifier G2

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de Frequência: 20Hz a 20KHz
  • Cabo: 2 metros
  • Microfone: Maleável e destacável
  • Construção: Estrutura de alumínio e acabamento com peças plásticas
  • 7.1 Surround: Sim
  • Peso: 277 gramas
  • Compatível com: PCs e dispositivos com entrada USB
Prós
  • É confortável
  • Tem surround 7.1
  • Microfone removível
  • tem um bom som
  • Possui LED RGB
  • Software com muitas opções de personalização





Contras
  • Apenas conexão USB
  • Acabamento em plástico quebradiço
  • Sem personalização de luz RGB


7º – Redragon Lamia H320

O Redragon Lamia H320 foi o primeiro headset gamer do fabricante e oferece excelente relação custo-benefício. É um dos periféricos mais bonitos já experimentados pela Manual da Buy, justamente pela boa escolha que a empresa fez em colocar o RGB apenas em um anel circular no corpo. O Lamia H320 possui estrutura metálica e acabamentos em plástico; as conchas são grandes e macias, o que promove conforto e isolamento passivo de ruídos.

Os alto-falantes de 40 mm oferecem um som potente com graves encorpados. Quando é hora de jogar, o usuário pode ativar 7.1 Surround para um áudio ainda mais imersivo e detalhado. Assim como o modelo anterior, caso não goste da equalização de fábrica, você pode fazer ajustes através do software da empresa. A desvantagem dos fones gamer da Redragon é que a conexão USB os deixa limitados, não podendo ser usados ​​em smartphones, por exemplo.

O software do fabricante parece simples e até um pouco datado, mas oferece várias funções de configuração, desde frequências até posições de alto-falantes no Surropund 7.1, mas infelizmente o RGB não pode ser personalizado. O Redragon Lamia H320 possui um microfone flexível e de boa qualidade, oferecendo alta sensibilidade e redução de ruído. Você pode dar um impulso ao microfone ou até mesmo configurar o feedback para ouvir sua própria voz.

Confira a análise completa do Redragon H320.

Folha de dados: Redragon Lamia H320:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 40 mm
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de Frequência: 20Hz a 20KHz
  • Cabo: 2 metros com USB 2.0
  • Microfone: Maleável com sistema mudo
  • Construção: Haste de ajuste de metal e acabamento em plástico
  • 7.1 Surround: Sim
  • Peso: 360 gramas
  • Compatível com: PC
  • vem com suporte para fone de ouvido
  • Possui LED RGB
Prós
  • tem um bom acabamento
  • É confortável
  • Possui LED RGB
  • Tem som surround 7.1
  • O software de personalização está completo
  • A qualidade do microfone é satisfatória





Contras
  • RGB não pode ser personalizado
  • Apenas conexão USB

6º – HyperX Cloud Alpha S

Chegando ao escalão intermediário da HyperX temos o Cloud Alpha S, um modelo que abusa da boa construção e conforto. Toda a sua estrutura é feita de alumínio, e a haste e os cascos possuem espuma viscoelástica e forro de couro sintético. É um fone de ouvido que tem uma grande sensação de durabilidade, que só vai dar errado quando a parte elétrica parar de funcionar.

O Cloud Alpha S possui um sistema de câmara dupla que separa as frequências e evita que elas “colidissem” durante a reprodução de música. Com a função 7.1 Surround ativada, a experiência de jogo é ainda melhor, pois até os menores detalhes do som podem ser ouvidos. Este headset gamer possui um sistema de teclas que controlam a entrada de ar nos fones de ouvido, e com elas é possível controlar a intensidade dos graves de forma analógica, recurso que só vimos neste headset até agora (entre todos os que testaram).

O headset HyperX é versátil e pode ser usado tanto em dispositivos com entrada P2 de 3,5 mm, quanto em portas USB, graças a sua placa de som. A única desvantagem é que todos os botões de atalho estão nesta aba, então se você for usar o Cloud Alpha S no seu celular, por exemplo, você terá atalhos. O microfone é destacável, bidirecional e possui áudio muito limpo e sem ruídos.

Confira a análise completa do HyperX Cloud Alpha S.

Especificações técnicas do HyperX Cloud Alpha S:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm dinâmico com câmara dupla
  • Impedância: 65 Ω
  • Resposta de Frequência: 13Hz a 27KHz
  • Fiação: cabo de conexão P2 3,5 mm e cartão USB
  • Microfone: destacável com cancelamento de ruído
  • Construção: estrutura de alumínio, conchas de espuma de memória e forro de couro sintético
  • 7.1 Surround: Sim
  • Peso: 321 gramas
  • Compatível com: PC, PS4, PS4 Pro, Xbox One, Nintendo Switch e smartphone
Prós
  • Boa qualidade de áudio
  • O recurso 7.1 aprimora a experiência de jogo
  • Possui sistema de alavanca para entrada de ar
  • Bom acabamento
  • Confortável




Contras
  • Nenhum software para configurar os fones de ouvido
  • Botões de atalho apenas no cartão DSP

5º – HyperX Cloud Revolver S

O HyperX Cloud Alpha S é outro headset gamer da fabricante que impressiona pela qualidade de construção, acabamento e conforto. Possui armação de metal, faixa de cabeça autoajustável e conchas com espuma de memória clássica, sendo super macia e não causando desconforto mesmo após horas de uso do aparelho. Parece improvável, mas o acabamento emborrachado pode ser um problema a longo prazo.

Os fones de ouvido gamer HyperX não possuem software de equalização, mas em sua placa de som você pode escolher entre três diferentes pré-equalizações, uma que enfatiza os graves, outra que enfatiza os vocais e outra “plana”. Os drivers de 50mm oferecem um som potente e bem definido, e os fones de ouvido também contam com 7.1 Surround, um recurso de som tridimensional que torna a experiência em filmes e jogos ainda melhor, pois os fones de ouvido podem capturar todos os detalhes do áudio.

É um headset versátil para gamers, mas seu cabo principal (P2) é curto, o que é um problema ao usá-lo com celular, por exemplo. Felizmente, o cabo de extensão com a placa de som é bem comprido (2,2 metros) e possui conexão USB. O HyperX Cloud Alpha S possui um microfone bidirecional que é excelente tanto para comunicação em jogos quanto para uso no trabalho, por exemplo, pois possui sistema de cancelamento de ruído.

Confira a análise completa do HyperX Cloud Revolver S.

Folha de dados do HyperX Cloud Revolver S.

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm
  • Impedância: 30 Ω
  • Resposta de Frequência: 12Hz a 28KHz
  • Fio: 1 metro com plugue de 3,5 mm + 2,2 metros com placa de som e USB
  • Microfone: Maleável com sistema mudo
  • Construção: Haste de ajuste de metal e acabamento em plástico
  • 7.1 Surround: Sim
  • Peso: 360 gramas
  • Compatível com: PCs, telefones celulares e consoles
Prós
  • Tem uma excelente estrutura
  • É muito confortável
  • Ótimo som para jogos e música
  • A placa de som não depende do software para ativar as funções
  • Ele se conecta a muitos dispositivos diferentes
  • Microfone de boa qualidade





Contras
  • Acabamento emborrachado resistente a arranhões
  • Botões de atalho apenas no cartão USB

4º – HyperX Cloud Stinger Wireless

O HyperX Cloud Stinger Wireless é um dos modelos mais baratos para quem procura um bom fone de ouvido sem fio para gamers. Seu acabamento é todo em plástico e na versão que testamos há detalhes em azul, pois possui compatibilidade com PS4 e PS4 Pro. Esse modelo é confortável e oferece ajustes de altura de cabeça. As conchas giram 90 graus, para que você possa deixá-lo no pescoço quando não estiver usando.

Os headphones gamer HyperX possuem drivers de 50mm e oferecem boa qualidade de som, e os agudos tendem a se destacar antes de outras frequências. Mesmo não tendo 7.1 Surround, o Cloud Stinger Wireless pode capturar muitos detalhes de áudio, o que torna a experiência de som ainda melhor. Ele usa um dongle USB para se conectar ao seu computador e funciona até 10 metros de distância.

Mesmo que o fabricante diga que este fone de ouvido tem bateria para até 17 horas de uso, conseguimos no máximo 15 horas, o que é suficiente para um dia inteiro de jogo. O microfone possui o sistema Flip to Mute, então toque para movê-lo para cima para que o som seja silenciado. A qualidade é boa para jogos, ligações com amigos, reuniões de negócios e qualquer outro uso casual.

Confira a análise completa do HyperX Cloud Stinger Wireless.

Dados técnicos do HyperX Cloud Stinger Wireless:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de Frequência: 20Hz a 20KHz
  • Fiação: apenas carregamento USB
  • Conexão: 2,4 GHz sem fio com dongle USB
  • Microfone: cancelamento de ruído
  • Construção: estrutura de alumínio, conchas de espuma de memória e capa de couro sintético
  • Bateria: 15 horas
  • Peso: 270 gramas
  • Compatível com: PC, PS4 e PS4 Pro
Prós
  • Plug and play
  • Boa qualidade de som
  • Confortável
  • Pode ser usado em consoles
  • Conexão de baixa latência
  • Bateria com boa autonomia





Contras
  • Nenhum software de configuração
  • O microfone não é removível
  • Não é muito versátil porque só se conecta via USB
  • Demora muito para recarregar



3º – Logitech G Pro

A linha de periféricos G Pro da Logitech já é popular entre os jogadores. Esse é o modelo mais “básico”, mas é uma excelente opção de custo-benefício, pois é significativamente mais barato que os demais e tem a mesma construção e acabamento. Sua estrutura é feita de alumínio e as conchas são feitas de espuma de memória, um material macio que se adapta rapidamente às orelhas. Você pode usá-lo por horas e não terá problemas de desconforto ou dor de cabeça.

O Logitech G Pro tem excelente qualidade de som com graves potentes e bem definidos. Suas grandes conchas de ouvido ajudam no isolamento de ruído passivo e nem precisa de surround 7.1 para oferecer uma boa variedade de detalhes e ótima localização de som. Você saberá exatamente de onde vem o áudio e também poderá fazer diferentes equalizações no software Logitech.

Esse headset gamer possui um cabo plug P2 destacável, mas pode ser usado com a placa de som USB do fabricante, o que agrega ainda mais qualidade ao som. O microfone também é destacável e não decepciona em qualidade, então você não terá problemas para se comunicar com amigos nos jogos.

Ficha técnica do Logitech G Pro:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm
  • Impedância: 35 Ω
  • Resposta de Frequência: 20Hz a 20KHz
  • Fio: 2 metros com plug P2 banhado a ouro + adaptador Y + placa de som USB
  • Microfone: maleável, unidirecional, destacável
  • Construção: Eixo de aço, garfo de alumínio e conchas de espuma de memória cobertas com couro sintético
  • 7.1 Surround: Não
  • Peso: 320 gramas
  • Compatível com: Dispositivos com entrada P2 ou USB
Prós
  • Estrutura em metal
  • É muito confortável graças às conchas de espuma de memória
  • Som estéreo rico em detalhes
  • O baixo é poderoso
  • O microfone faz um excelente cancelamento de ruído
  • Software de equalização
  • É um fone de ouvido versátil






Contras
  • Sem recursos extras
  • Sem Surround 7.1

2º – JBL Quantum 600 Wireless

O JBL Quantum 600 é uma ótima opção de fone de ouvido sem fio para gamers que amam produtos com iluminação RGB. Tem uma construção robusta, com uma estrutura metálica e peças de plástico rígido. As espumas são macias e não aquecem mesmo em várias horas de conforto. Nas laterais dos fones de ouvido estão luzes RGB, que também podem ser personalizadas através do software do fabricante.

Em termos de qualidade de som, os fones de ouvido gamer JBL não decepcionam, pois são capazes de entregar um som potente e bem definido graças aos drivers de 50mm. Outros fatores que contribuem para a boa qualidade dos fones são os recursos 7.1 Surround e DTS 2.0, ambos para som tridimensional. O Quantum 600 pode ser usado com e sem fio, ideal para consoles e telefones celulares.

A bateria do JBL Quantum 600 dura cerca de 14 horas, menos do que o fabricante prometeu, mas é suficiente para jogar o dia todo. O microfone desses fones de ouvido sem fio não decepciona e oferece áudio nítido sem ruído de fundo. Possui o sistema Flip to Mute e um LED vermelho que indica quando está silenciado. Vale ressaltar que os fones JBL contam com um software de personalização bem completo, que oferece opções para configurar o áudio, o microfone e até a luz RGB.

Assista à análise completa do JBL Quantum 600.

Especificações Técnicas JBL Quantum 600:

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de Frequência: 20Hz a 20KHz
  • Fio: 1x cabo P2 e 1x cabo USB para carregamento
  • Conexão sem fio: 2,4 GHz sem fio
  • Microfone: Maleável
  • Construção: Estrutura de alumínio e acabamento com peças plásticas
  • 7.1 Surround: Sim
  • Bateria: até 16 horas
  • Peso: 346 gramas
  • Compatível com: PC, Playstation (4 e 5), Xbox (One, Series S/X), Nintendo Switch, Mobile, Mac, VR, PS
  • Outros recursos: iluminação RGB, controle de som que alterna o volume do jogo ou áudio de voz, DTS 2.0
Prós
  • Construção robusta
  • Confortável
  • Possui LEDs RGB configuráveis
  • Pode ser usado com cabo
  • Surround 7.1 e DTS 2.0
  • Software de configuração completo
  • Tem um atalho para priorizar o som do jogo ou a comunicação






Contras
  • O som tridimensional funciona apenas no PC
  • Vida útil da bateria menor que a da concorrência
  • O aplicativo só funciona no Windows
  • O microfone não é destacável



1º – HyperX Cloud Flight S

Um dos melhores headsets para jogos que já testamos no Manual de Compra é o HyperX Cloud Flight S. Não parece tão caprichoso quanto outros modelos de jogos, mas essa simplicidade é seu charme. A construção é em metal com acabamento em plástico. As conchas giram 90° e são super confortáveis, então você pode usá-las por horas e nem lembrar que está com fone de ouvido.

Possui quatro botões na lateral, e estes podem ser totalmente personalizados no software da empresa. Na verdade, uma das poucas falhas desses fones de ouvido gamer é que o software não oferece opções de personalização de áudio. A bateria dura mais do que o prometido e oferece 32 horas de duração da bateria, com suporte para carregamento sem fio Qi padrão. O HyperX ainda tem sua própria base de carregamento, mas tem um preço bem salgado.

O Cloud Flight S tem um som equilibrado, com médios e agudos precisos. Bass é a frequência que mais se destaca, seja em músicas, filmes ou até mesmo em rajadas de jogos. Com a função 7.1 Surround a experiência é ainda melhor e você sentirá que está no jogo. O fone de ouvido possui um microfone destacável com qualidade suficiente para ser usado também em gravações de vídeo ou transmissões ao vivo.

Assista à análise completa do HyperX Cloud Flight S.

Folha de dados do HyperX Cloud Flight S.

  • Tipo: Acima da orelha
  • Acionamento: 50 mm
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de Frequência: 10Hz a 20KHz
  • Cabo: 1 metro (para carregar)
  • Conexão sem fio: 2,4 GHz sem fio
  • Microfone: maleável, bidirecional, destacável
  • Construção: Estrutura em alumínio e acabamento em peças plásticas
  • 7.1 Surround: Sim
  • Bateria: 30 horas com carregamento sem fio
  • Peso: 310 gramas
  • Compatível com: PC, PS4 e PS4 Pro
Prós
  • Som de boa qualidade
  • 7.1 cerca
  • Confortável
  • Botões personalizáveis
  • Microfone removível
  • A bateria dura mais do que o prometido
  • Carregamento sem fio






Contras
  • A base de carregamento sem fio é cara
  • O software não oferece a opção de equalização
  • Sem cabo de 3,5 mm


Conclusões

O mercado de fones gamer no Brasil é grande, então vários modelos de fones que são bons ficaram de fora da nossa lista. Para lhe dar ainda mais opções de compra, deixaremos alguns outros periféricos que também foram testados pelo Manual do Comprar como alternativa para comprar em 2022. Clique nos nomes para ser redirecionado para suas análises completas.

  • JBL Quantum 100 – Uma boa opção de fone de ouvido para jogadores de baixo custo
  • Haiko Multilaser Warrior – Possui iluminação LED
  • Edifier G1 – Um fone de ouvido mais barato da Edifier
  • JBL Quantum 300 – Tem mais recursos que o JBL Quantum 100
  • Corsair HS60 Pro – Um bom intermediário da Corsair

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.